domingo, 21 de fevereiro de 2016

Loving and Life

A flor morreu
A flor que a menina carrega
Não se rega...
O riso  da menina, Flor...
É não saber que a rosa
Desabrochou
Ainda não  murchou
Mas Já morreu...
É a vida, Flor...
O corte que separa
E mesmo que não se repara
E mesmo que não  se nota
Anota,  Flor...
A flor morreu...
O que aviva a rosa
É planta que no jardim cresceu...
O amor separou a rosa
A flor morreu...
Mas não se morre na hora, Flor...
Como quase tudo que há no mundo
Vivemos feito moribundo
Como a menina, Flor...
Como a rosa, Flor...
Como o mundo
Que se nos ofereceu...
O amante separou a flor
Que do  pé de rosa floresceu
A  roseira continuou viva
Mas a rosa sim morreu...
Porque o que nutre o amor é a rosa
Mas não nutre a rosa o amor
... A flor morreu... H. Víler – Poeta Moderno



Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário é bem-vindo