quinta-feira, 12 de junho de 2014

poema de amor diferente de todos



Você pode encontrar o amor na esquina...

ou encontrar uma prostituta...

Você pode procurar o amor

em vários lugares...

e não encontrar o amor...

Mas o amor pode te encontrar...

talvez o amor te encontre em alguma esquina...

em uma sala de aula...

num acidente de trânsito...

Não se procura um amor...

prepara-se para amar...

deixar um espaço na cama

e na garagem...

abrir o coração...

o amor virá como as aves migratórias...

o amor te procurará e te achará...

porque o amor encontrará em você um bom lugar para pousar...

e pousará...

Você não terá uma grande mulher/homem

se você não for um grande homem/mulher...

NÃO SE GANHA OU SE PERDE UM GRANDE AMOR...

AMA-SE... E O AMOR CONTINUA...

a vida nos permite errar, consertar o erro, amar mais ainda...

portanto,

QUEM QUISER SER AMADO PRECISA DO AMOR EM SI...

CASO CONTRÁRIO, NÃO HAVERÁ AMOR...

o primeiro amor é o amor próprio, não o egoísta, narcisista...

amar-se é dar a si o verdadeiro amor...

cuidar do seu corpo, cuidar da sua saúde... amar-se...

NÃO SE AMA O OUTRO SEM SE AMAR...

PLANTE AMOR E RECEBERÁ AMOR...

SEJA FELIZ... POR SER FELIZ... NÃO PROCURE ALGUÉM QUE TE FAÇA FELIZ, SEJA FELIZ...

não seja menos que isso: AMÁVEL... E TERÁS UM AMOR DE VERDADE...

SORRIA SEMPRE...

A VIDA VAI TE SORRIR DE VOLTA....


Hércules de Souza Víler 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário é bem-vindo