sábado, 15 de janeiro de 2011

O pastor ateu ... Atheist Priest


O que se acha quando se busca
O necessário?
O que se tem na fé
De sólido,
No armário,
Que na mão escorra
pelos dedos do vigário,
senão o rosário?
Que mistura fé com paciência,
Em enormes penitências
De qualquer cenário:
Se o ambiente é gótico
Não importa,
Porque o cliente é um protótipo
Da inteligência morta...
E quem se atreverá mudar
As cartas do baralho
Se o trabalho
De uma organização ciente
É reconhecido pelo presidente,
Que por sua vez,
Controla até o Plenário...
Mas a alma,
Onde fica nesse balneário?
Porque este questionário
Não explica a essência,
Fraude ou turbulência,
Só sustenta que a FÉ
Precisa de Pastor,
Não de mercenário. Hércules de Souza Viller

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário é bem-vindo